18 janeiro 2016

{Resenha} O ultimo dos canalhas - Loretta Chase

 Sinopse: "O devasso Vere Mallory, duque de Ainswood, está pronto para sua próxima conquista e já escolheu o alvo: a jornalista Lydia Grenville. Só que desta vez, além de seduzir uma bela mulher, ele deseja também se vingar dela. Ao se envolver numa discussão numa taverna, Vere foi nocauteado por Lydia e se tornou alvo de chacota de toda a sociedade. Agora ele quer dar o troco manchando a reputação da moça. Mas Lydia não está interessada em romance, principalmente com um homem pervertido feito Mallory. Em seus artigos, ela ataca nobres insensatos como ele, a quem considera a principal causa dos problemas sociais. Nesse duelo de vontades, Vere e Lydia se esforçam para provocar a der- rota mais humilhante ao mesmo tempo que lutam contra a atração que o adversário lhe desperta. E, nessa divertida batalha de sedução e malícia, resta saber quem será o primeiro a ceder à tentação."


Editora Arqueiro
Ano 2015
Páginas: 298 
Loretta Chase 

A segunda obra de Loretta Chase narra a história do duque de Ainswood, Vere Mallory. A família Mallory é conhecida pelos seus homens encrenqueiros e canalhas, porém, os últimos duques veem sendo um prodígio familiar ao não criarem confusões. Na verdade, quase todos, exceto Vere. O último dos canalhas de sua família acaba se apaixonando por uma jornalista com um passado escuro e uma determinação de dar inveja. Lydia Grenville é um narciso, nunca havia sido tocada por nenhum homem, até conhecer o libertino mais encrenqueiro de Londres. 



Vere Mallory não foi sempre um duque. O início do livro explica que o título foi herdado após a morte de entes queridos que apenas o deixaram de coração mais duro. Seu primo Charlie, o quinto duque de Ainswood, era considerado como um irmãos desde seu tempo de faculdade onde viviam loucuras junto ao marquês de Dain (ou nosso Lorde Belzebu.) Seus três filhos órfãos foram deixados sobre sua tutela, duas meninas e um jovem menino. Para toda a família isso tinha sido a maior desgraça. Um homem que não conseguia cuidar bem de si próprio agora ia ter de tutelar outras 3 crianças. Por isso foi escolhido que elas ficassem com um dos tios que teriam uma condição melhor para criarem-nas. 

Vere não se importava nem um pouco, para eles era mais justo que os filhos tivessem ido e Charlie continuasse vivo. Porém, não era esperado que ele se afeiçoasse por Robin, o garoto de apenas 9 anos e herdeiro do título de sexto duque de Ainswood. A convite do canalha os dois embarcaram em uma curta viagem de apenas 15 dias para Brighton que acabou se alongando mês após mês para vários outros destinos. Foi difícil separar-se do menino, mas prometeu voltar para seu aniversário de 10 anos. Diferente do planejado o menino veio a falecer antes de difteria. E com ele, mais uma parte do coração do duque se foi o transformando em um demônio bêbado e sempre acompanhado de meretrizes.



Após um pouco mais de um ano do ocorrido, em uma noite londrina Lydia defendeu uma recém-chegada a cidade de Coralie, a cafetina mais famosa de Londres. O duque e seus amigos acabaram se envolvendo na confusão que acabou com um beijo do casal protagonista e o próprio Mallory sendo nocauteado pela Sr.Grenville. A notícia do famoso duque de Ainswood ter sido derrotado por uma simples mulher correu pelas ruas fazendo com que Vere pedisse a vingança. A partir desse momento Lydia não conseguia tirar o cafajeste da mente e o próprio Vere se viu atraído por uma das mulheres mais arrogantes que conhecia. Os dois passaram a se ver com mais frequência "por acidente" e começaram a se envolver apesar de que os dois afirmam se odiarem. 

Loretta, como sempre, tem mãos de fada para a escrita de romances de época. O mais interessante desse livro é sua contextualização com O príncipe dos canalhas já que o Lorde Dain e Jessica Trent aparecem com frequência a partir do meio da narrativa e acabam tendo um papel chave na história. Bert Trent, o irmão da Lady Dain, também aparece como o principal companheiro de Mallory e tem seu final feliz. 



Lydia é inteligente, determinada e corajosa, mas também tem seu lado indeciso e apaixonado enquanto Vere é cabeça dura e ignorante, mas ao se apaixonar muda completamente sua face. A leitura é gostosa e apaixonante. Posso dizer que os dois volumes me atraíram igualmente e são tão bons quanto. A capa é simplesmente perfeita, e olha que não gosto de capa com rostos. 

8 comentários:

  1. Eu tenho de começar a ler esses livros da Loretta. Me sinto uma alien por ainda não ter feito isso.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Olá, Flor! Tudo bem?

    Fiz um troca faz alguns dias, acredito que seja da mesma serie "O príncipe dos canalhas" não tenho certeza mais me interessei pelo livro, ainda não tive a oportunidade de ler para saber se bom HHAHAHAH, li outras resenhas sobre este livro a maioria parece ter gostado mesmo, sempre ouço elogios da escrita da autora! E compreensível o coração do protagonista ter ficado tão duro com tempo, com tantas perdas! Mas não aprecio muitas as leituras quando o homem e arrogante, mas confesso que fiquei curiosa para ler, adorei a resenha.
    Beijos
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi!!
    Eu gosto bastante de romances históricos e tenho muita vontade de ler os livros dessa autora, pois só li resenhas positivas até agora. Parece ser um livro muito gostoso de ler!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Achei interessante esse livro desde a primeira vez que o vi.
    Sua resenha colaborou mais ainda para a vontade que tinha lê-lo!

    Abraços :)
    Tudo Online - tudoonlinevirtual.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Haha eu gostei. Geralmente não me atrai esse tipo de obra, mas, não sei se foi o jeito que vc narrou, esse me deixou curiosa. Penso que seja um romance interessante. Vou olhar melhor para ele. Valeu a dica.

    >> Vida Complicada <<

    ResponderExcluir
  6. Confesso que esse tipo de livro não me agrada tanto, mas como o protagonista foge do padrão e é meio canalha, vou querer conferir.
    Ótima resenha.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de fevereiro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
  7. Olá flor, tudo bem?
    Nossa tenho muita vontade de ler esse livro, principalmente por ele ser do meu gênero predileto! Sua resenha ficou muito boa e me aguçou muito mais <3
    Beijinhosss
    Tham
    www.4youbooksmania.com

    ResponderExcluir
  8. Nunca ouvi dizer desse livro, mas a resenha me encantou.
    Post it & Livros

    ResponderExcluir